Justiça nega pedido de habeas corpus da defesa de acusado de matar a argentina Florencia Aranguren em Búzios

  • 02/04/2024
(Foto: Reprodução)
Data do júri popular ainda não foi definida. Cachorro foi encontrado sujo de sangue ao lado de argentina encontrada morta em trilha para praia em Búzios Arquivo pessoal Por unanimidade, foi negado o pedido de habeas corpus feito pela defesa de Carlos José França, acusado de matar a argentina Florencia Aranguren, em dezembro de 2023, na cidade de Armação dos Búzios, na Região dos Lagos do Rio. O pedido foi julgado no dia 25 de março pelos desembargadores da 8° Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio. No pedido, a defesa alegou constrangimento ilegal e reclamou da celeridade no andamento processual. Data para o júri popular ainda não foi definida. Florencia Aranguren foi morta a facadas no dia 6 de dezembro, quando passeava com o cachorro em uma trilha para praia. No dia 30 de janeiro, o juiz Danilo Marques Borges analisou as provas e ouviu onze testemunhas na primeira audiência de instrução e julgamento, quando ficou decidido que Carlos José França iria a júri popular. Na ocasião, a defesa do réu já havia pedido a soltura do mesmo, mas o juiz considerou as provas apresentadas pela acusação, mantendo-o preso. O crime Suspeito do crime passa de bicicleta pelo mesmo trajeto da argentina que passeava com o cachorro 23 minutos depois no bairro José Gonçalves, em Búzios Imagens cedidas por Folha de Búzios A argentina Florencia Aranguren, de 31 anos, era trapezista e estava morando há apenas três dias na cidade de Búzios quando foi assassinada, no dia 6 de dezembro de 2023. A vítima caminhava com o cachorro na trilha que leva à Praia José Gonçalves. Câmera de segurança mostrou ela passando por um rua minutos antes do acusado, que seguia de bicicleta (imagem acima e vídeo abaixo). Vídeo mostra argentina passeando com o cachorro antes de ser morta em trilha de Búzios Foram agentes da Guarda Municipal que encontraram Florencia caída no chão, já sem vida, e com o cachorro dela junto ao corpo.

FONTE: https://g1.globo.com/rj/regiao-dos-lagos/noticia/2024/04/02/justica-nega-pedido-de-habeas-corpus-da-defesa-de-acusado-de-matar-a-argentina-florencia-aranguren-em-buzios.ghtml


#Compartilhe

Aplicativos


Locutor no Ar

Peça Sua Música

peca a sua musica quando os nossos locutores estiver AO VIVO

Anunciantes